Marketing pessoal para designers: Comece hoje mesmo! - Blog da Imprima Rápido

Postado em 17/11/2016

Marketing pessoal para designers: Comece hoje mesmo!

Design é arte! Sobre isso não há dúvidas.

Mas o que muitos profissionais da área não sabem é que a sua arte é também a sua fonte de renda!

Você, designer, certamente não gostaria de morrer como Van Gogh, que, ainda que depois do seu falecimento suas telas tenham passado a valer milhões, em vida vendeu pouquíssimos trabalhos (alguns dizem que o pintor teria vendido somente uma tela em toda a vida) e morreu aos 37 anos na miséria.

Isso significa que, além do talento artístico, todo artista deve ter uma boa estratégia de marketing pessoal para conquistar clientes e ter um negócio financeiramente sustentável!

Neste texto você vai conhecer 4 ações para colocar em prática hoje mesmo e começar a vender melhor seu peixe!

O que é marketing pessoal, afinal de contas?

O marketing pessoal nada mais é do que um conjunto de ações que qualquer profissional deve colocar em prática para vender melhor sua imagem no mercado de trabalho. Muitos bons profissionais acabam não tendo um retorno financeiro melhor simplesmente por negligenciar princípios básicos de marketing pessoal.

Vamos às dicas de marketing pessoal para designers!

1. Tenha um portfólio impecável

Sem dúvidas um dos itens com maior peso na hora de o cliente decidir por contratar ou não seu trabalho é a apresentação do portfólio. Mas, lembre-se de que um bom portfólio não significa apresentar uma tonelada de trabalhos. Reúna somente os trabalhos mais incríveis e encante seu cliente!

2. Use a internet a seu favor

Além do portfólio online, marque presença de outras maneiras na internet! Ter um site de ótima qualidade (tanto em termos de design quanto de textos) em um domínio próprio com o seu nome/nome da sua marca, criar canais nas mídias sociais em que seu cliente está (e atualizá-los com frequência) e participar de grupos online são estratégias essenciais para designers.

Sobre mídias sociais, vale a pena mencionar o Behance, que é uma rede social específica para profissionais criativos, e que permite apresentar seus principais trabalhos e currículo, além, de possibilitar que designers encontrem oportunidades de jobs.

3. Invista em conhecimentos sobre marketing

Esse é um ponto crucial que define o sucesso de qualquer negócio! O problema é que muitos autônomos e profissionais de Design que trabalham em regime integral dentro de empresas acreditam que o marketing só deve ser feito por organizações.

Esqueça isso e invista em cursos sobre marketing o quanto antes! Entender assuntos como público-alvo, segmentação de mercado, planejamento de marketing, precificação e vários outros é útil não só para seus clientes, mas principalmente para o SEU NEGÓCIO, a SUA MARCA!

4. Valorize o relacionamento interpessoal

É fato: bons negócios brotam naturalmente dos ciclos de contatos!

Você já ouviu falar em Rapport? É um conjunto de técnicas que reúnem aspectos da linguagem corporal e questões comportamentais, como sorriso e gentileza, que ajuda muito na hora de conquistar a confiança das pessoas.

Crie o hábito de ser gentil com todos, e naturalmente sempre surgirão boas oportunidades de negócios!

Procure também participar de eventos e grupos específicos da sua área de atuação. Ah! Não esqueça de sempre dar aquele “tapa” no visual. Lembre-se de que uma das primeiras coisas que analisamos em uma pessoa é a aparência. Roupas limpas e apresentáveis, cabelo, maquiagem (no caso das mulheres) e barba (no caso dos homens) bem cuidados e higiene impecável são itens básicos ao lidar com futuros clientes!

Além de investir em marketing pessoal, para ter uma carreira de sucesso como designer é essencial ter bons parceiros de negócio! A Imprima Rápido é uma gráfica online que oferece excelentes preços para designers. Basta nos enviar sua arte e você receberá o produto prontinho em seu endereço, com ótimos prazos e total garantia na qualidade dos materiais!
Seja um parceiro da Imprima Rápido e comece a aumentar seu faturamento hoje mesmo!

Leia também: 5 dicas para sua gráfica vender mais