Freelancer: Tudo o que você precisa saber sobre o mercado - Blog da Imprima Rápido

Postado em 29/07/2016

Freelancer: Tudo o que você precisa saber sobre o mercado

Ser freelancer hoje é mais comum do que você imagina. Muitos têm um emprego fixo e, para ajudar na renda, trabalham por conta própria; outros largam o emprego e vão construir o seu próprio negócio. Essa é a realidade de muitos empreendedores autônomos no Brasil.

Freelancer é o termo usado para definir profissionais independentes, de várias áreas, que exercem a função sem vínculo empregatício, sem a carteira de trabalho assinada. Alguns trabalham em empresas, outros realizam o trabalho na própria casa.

Separamos para você um material completo para conhecer sobre o freelancer: como é o perfil, vantagens e desvantagens, como está o mercado de trabalho hoje e como você pode começar a seguir esse ramo e ser seu próprio chefe. Confira!

Perfil de um freelancer

Perfil de um freelancer

Muitas pessoas acham que, para ser um freelancer, basta começar seu trabalho sozinho, sem pensar em recursos e sem planejar nada. Mas não é bem assim! Se você não tiver perfil para esse tipo de trabalho, tudo pode ir por água abaixo e você voltará à rotina de uma empresa.

Existem alguns pontos da personalidade de cada indivíduo que fazem a diferença na hora em que se decide ser um profissional autônomo. Veja quais são as características que ajudam nesse ramo:

Responsável – Todo freela deve ser responsável, pois não há ninguém que faça o trabalho por você. São inúmeras obrigações que só você irá realizar, sem se esquecer de intercalar entre momentos de serviço e de lazer.

Organizado – Organização com os trabalhos, compromissos, materiais, etc. É preciso planejar como será o dia, qual atividade irá fazer e o que é prioridade. Tudo precisa estar muito bem organizado para que você não seja pego de surpresa.

Paciente – Nenhum negócio começa a lucrar em um mês, com o trabalho de freelancer funciona da mesma forma. Ter paciência faz com que você pense com calma em tudo que precisa para que o negócio funcione da maneira que espera.  

Econômico – Esse trabalho é instável, pode ser que em um mês você receba muito e no outro bem menos que o esperado. Por isso, se você não economizar pode se prejudicar quando o mês for fraco. Ser econômico é uma das maiores e mais difíceis características de um profissional freela.

Criativo – Ter destaque na área de freelancer é o que todos procuram, e há um meio de obter isso: a criatividade. Quem tem a capacidade de ser criativo com certeza tem mais destaque que os demais. Dessa forma, explore toda a sua criatividade.

Se você já tem essas características na personalidade está na frente de quem ainda não possui, mas se ainda peca em algumas delas, comece a trabalhar agora mesmo. Todo bom profissional precisa rever alguns pontos do seu perfil e melhorar a cada dia.

As Principais vantagens

As principais vantagens em ser Freelancer

O que a maioria das pessoas que procuram ser freelancer querem é ser autônomas, terem seus horários e mais liberdade na criação dos trabalhos, sem um chefe colocando pressão nas atividades.

São muitas as formas para você investir nesse tipo de comércio que cresce a cada dia. As principais vantagens em ser um profissional freelancer são:

– Maior remuneração em relação a um emprego convencional;

– Liberdade no trabalho, como na escolha de materiais, técnicas, etc.;

– Poder prestar serviços a outras empresas e não precisar depender da hierarquia dos processos;

– Maior alívio na tensão, as atividades podem ser feitas no seu próprio ritmo;

– Flexibilidade de horário, escolher a melhor hora do dia para trabalhar;

– Ganhos por hora ou por trabalho;

– Depender apenas de você;

– Escolher clientes;

– Ter mais tempo para você, pois é possível fazer várias coisas durante o dia. Só é preciso organizar tudo para não deixar para a última hora.

Desvantagens

As desvantagens

No mundo dos negócios nem tudo é uma maravilha, e claro que há sempre os pontos negativos em seguir uma carreira sozinho.  As desvantagens em ser freelancer são menores que as vantagens, mas é sempre bom analisar todos os pontos antes de entrar nesse ramo.  Veja alguns pontos negativos ao encarar a carreira:

– Necessidade de um investimento inicial, pois para qualquer começo é preciso que se tenha um investimento;

– Obrigação de trabalhar sozinho, o que pode assustar muitas pessoas que preferem trabalhar em equipe;

– Instabilidade na movimentação do negócio, já que pode haver períodos mais fracos em que os trabalhos podem não cobrir as despesas;

– Sem descanso, porque em certos momentos, se você não tiver tudo organizado, pode não sobrar tempo para descansar. Em uma empresa você teria férias depois de 1 ano de trabalho;

– Sem benefícios, pois algumas empresas oferecem auxílios (médico, odontológico etc.) que, por conta de plano empresarial, são mais baratos. Isso não acontece com o freela, que precisa arcar com tudo sozinho;

– Investimento com recursos próprios, tendo em vista que tudo que precisar na empresa será de responsabilidade do freelancer;

– Maior dificuldade em se estabelecer no mercado;

– Cuidar da contribuição no INSS e também do recolhimento de impostos (tanto atuando como pessoa física quanto jurídica), para não ter problemas mais tarde.

21402042 - freelancer - fashion designer or tailor working on a design or draft and cutting fabrics with scissors

O mercado de trabalho do freelancer

O mercado do freelancer já existe há muito tempo e continua em constante crescimento. O sonho em ser um empreendedor é uma das grandes ideias das gerações Y e Z. O número de inscritos no site Freelancer.com, um dos maiores da categoria, passou uma média de 235 mil cadastros no Brasil no ano passado.

A crise em que o país se encontra também é um fator que acaba atraindo mais freelancers para o mercado. Muitas empresas fecharam as portas, muitos funcionários foram mandados embora e, com a falta de emprego, procuram outra forma de ganhar dinheiro.

Com a internet tudo se torna mais fácil para quem procura uma atividade autônoma. Não é preciso sair de casa para isso e há muitas ferramentas disponíveis para freelancers realizarem seu trabalho. As ocupações com maior procura no ramo são: designer, TI, redator, jornalista, publicitário, tradutor e especialista em marketing digital.

Qual valor cobrar pelo serviço de freelancer

Qual valor cobrar pelo serviço de freelancer?  

Essa talvez seja a tarefa mais difícil, pois é preciso cobrar um preço justo pelo serviço. E também contar quanto vale o tempo gasto estudando, e a experiência em fazer aquilo que se propôs. Tudo vai depender da área em que atuar e do tipo de trabalho que irá realizar.

Faça uma pesquisa no mercado para ver os preços dos produtos ou serviços. O valor será variável, pois trabalhos são distintos. Pessoas têm técnicas e tempos diferentes para finalizar uma atividade. Você precisa pensar em quanto quer ganhar no final do mês e em quanto tempo quer ter esse dinheiro.

Pense em tudo que vai precisar para o trabalho, o quanto precisa para pagar as despesas, observe o tipo de cliente. Perceba se vale a pena dar um desconto para ganhar confiança ou se é aquele que acha que pagar mais caro é sinal de qualidade.

O mais difícil de fazer será o primeiro, mas você sempre terá a vantagem de escolher, pois tudo depende de você, inclusive o preço. Se um cliente reclamar do valor de um cartão de visita, por exemplo, valorize o quanto você estudou para oferecer o serviço com qualidade, mostre a ele que o preço é justo e que você não está cobrando nada menos do que vale.

Por Onde Começar

Por onde começar?

Para começar nesse meio é fácil, como falamos no começo, é preciso ter algumas características para que não tenha um problema depois de começar. Se você já as possui, só é preciso escolher aquilo que mais gosta e mais se identifica. Defina o que vai vender aos seus clientes, seja produto ou serviço, e veja qual o diferencial que dará a eles.

Tenha um planejamento definido do que fará, faça uma planilha sobre tudo que vai precisar e os investimentos necessários. Sem um planejamento antecipado, tudo pode ficar em desacordo com o que deseja.

Pesquise e estude tudo na área que escolher. Faça isso por meio de livros, pela internet, busque as novidades e o que é preciso utilizar nessa área. Não deixe para fazer isso quando já estiver no ramo, pois pode ser prejudicial depois de algum tempo.

Ter muitos e bons contatos profissionais na área é ideal para o freelancer. A concorrência pode ser grande ou não no ramo de atuação e pode haver pessoas mais experientes. Por isso, ter uma grande rede de contatos profissionais o ajudará muito.  

A rotina de um profissional autônomo é aberta e variável. Se esse estilo agrada você, então está no caminho certo para ter uma carreira nesse mercado.

Conclusão

Você já conhece o perfil de um profissional autônomo, sabe quais são as vantagens e desvantagens desse mercado, sabe como calcular o preço pelo serviço e por onde começar. Então você já pode estabelecer uma estratégia e ter o seu negócio de forma legal e como quiser.

São muitas formas de ser freelancer no mercado de trabalho, há espaço para todo mundo e o sonho em ser seu próprio chefe pode se tornar realidade. A concorrência existe, mas você pode superar mostrando todo o seu talento. E lembre-se, você tem a Imprima Rápido ao seu lado!